Sobre escolhas


Quando criança eu sempre quis ser desenhista. Depois quis ser veterinária. Na época eu achava que veterinário cuidava só de cachorrinhos. Ainda tenho vontade de ser. Hoje em dia, sei que veterinário não cuida só de cachorrinhos e ainda assim tenho vontade. Infelizmente, não sou forte o suficiente para a profissão. Um dia farei ao menos um curso de auxiliar veterinário. 

Passaram-se alguns anos e veio o gosto pela fotografia. Dois anos depois de ter formado no ensino médio eu queria ser fotógrafa! Primeiro fiz um curso básico de fotografia na Escola de Imagem em Belo Horizonte, depois fiz outro, só que de photoshop. Para depois fazer um curso mais completo de fotografia, com duração de onze meses.  

É claro que os estudos não iriam parar por aí. Depois de fazer esse curso, senti falta de continuar estudando com um horário certo, com mais frequência. Por isso, eu que preciso ser avaliada para ter mais responsabilidade com os estudos, decidi que teria que fazer um curso universitário. 

Escolhi fazer Publicidade e Propaganda. Não precisa ser gênio para pensar que escolhi o curso por causa da fotografia. Porém não pense que foi por causa da aula de fotografia em si. As aulas de fotografia no curso de publicidade não são tantas assim. Escolhi o curso, porque sei que posso acrescentar na minha fotografia as outras disciplinas do curso. 

No 1° período tive Artes Cênicas, Informática aplicada à Comunicação Visual, Linguagem Cinematográfica e Literária... Disciplinas que com certeza acrescentam algo para minha fotografia. Em Artes Cênicas, trabalhando o corpo como forma de expressão. Informática Aplicada à Comunicação Visual, ajudando no tratamento de imagens. Linguagem Cinematográfica e Literária, ajudando a valorizar a composição na fotografia.

Estou mostrando o que me ajudou de forma bem rasa. Mas, pesquisando você dará razão ao que digo. Enganado está, aquele que acha que pra saber fotografia só deve estudar fotografia. 

Ainda estou cursando o 2° período, mas posso dizer que até o momento o curso esta me surpreendendo. Vou deixar pra falar mais do 2° período no próximo post sobre essa escolha. Não pretendo espantar os leitores com textos gigantes no blog. Agradeço a quem chegou nessas últimas linhas.

Comentários

  1. Escolhas... quase na casa dos meus 30 anos ainda me pego nessas escolhas. Não sei se volto para o curso de Direito ou embarco num curso de fotografia que eu amo.

    Beijos ^^

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. A gente esta sempre pensando nas nossas escolhas. Nossa vida é feita delas (que clichê :D)
      Em todo caso aconselho todos fazerem o que amam. :)

      Excluir
  2. poxa, que texto lindo. concordo com exatamente tudo o que você disse! já fiz um curso técnico de design gráfico e ele mudou totalmente minha fotografia. sei que "não sou ninguém", mas acho que você está no caminho certo, na escolha certa! e se mais pra frente você achar que não foi, a gente pode tentar e tentar quantas vezes for preciso, né? :)

    ResponderExcluir
  3. Post muito interesssante, mostra que ser fotografo não é apenas ter uma boa camera e apertar o botãozinho. Tem muita coisa por trás do produto final, é necessario um estudo detalhado, uma visão bem mais ampla, e você tem isso de sobra!

    ResponderExcluir
  4. Estudar fotografia é só o ponta pé inicial.
    Gostei do post ;)

    ResponderExcluir
  5. Muito legal, Flaviele. Não sabia que fazia esse curso. Espero que você continue gostando.

    Ps: Realmente suas fotos sempre parecem evoluir, continue estudando pra continuar enchendo nossos olhos de beleza ^^

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas deste blog

TOP 5: séries favoritas até aqui

Amô nacional

Menos eu, menos eu.