Sensibilidades em comum

domingo, novembro 20, 2011

Não sei se todos sabem, mas no começo desse ano iniciei um curso de fotografia na Escola de Imagem em BH.

Lá conheci pessoas maravilhosas, com sensibilidades em comum. Hoje foi o último dia do curso, infelizmente não fui. Então o último dia de aula pra mim foi ontem.  Não parecia que era último dia. Na real, detesto despedidas. Então só no calendário da T36 que é último fim de semana. Porque no calendário da minha vida [que cliché - hihi] eu não planejei que fosse o último dia de aprendizado com essa galera.
Bom, o nosso mestre foi o querido Gui Machala. Que nos fez relembrar de coisas incríveis.  Da infância ao dia 19 de novembro – naquele instante.  Começamos com o “Por que você fotografa?”. Caramba! Quando vi essa pergunta me desdobrei pra encontrar uma maneira de explicar, algo que de tão simples às vezes nos deixa com nó na garganta.

Bom, eu fotografo por que...  A fotografia me permite mostra algo tão fantástico que as palavras não conseguem descrever. Fotografo por que a fotografia capta um espaço de tempo que os olhos não conseguem notar sem ajuda das lentes.
Gente, tinha que ter rolado um rec. na sala, foi muita emoção a cada “porque”. Foi um dos momentos que mais senti orgulho de ter conhecido aquelas pessoas.

Vou postar algumas fotos que mostrei lá.

Vou tentar colocar na ordem das atividades do dia. Certo? :)


Depois, eu contei uma lembrança da minha infancia e a retratei. Bom, é que quando era criança eu carregava esse coelho pra todo lado. Então fiz uma fotos com a Lara carregando ele pelas ruas aqui por perto. Pra provar que não era da Mônica que eu estava falando levei as minhas fotos com ele quando era criança.

*As fotos em formato menor, são as da minha infancia.


Em seguida o Gui pediu para desenhar o coleguinha. Eu desenhei o Gustavo.
Foto feita no Iphone do Gus.

E ele me desenhou.
Gustavo desenha demais né? Achei alguém parecido comigo desenhada aqui em casa :D

Pensem bem, o Gui pediu pra gente pegar celofane e ir pra frente do espelho tirar cópia do rosto. haha [tipo isso]. Parecia fácil. Mas definitivamente não era.

Essas palavras que estão pregadas no desenho, são coisas que nós escrevemos e que nos inspira fotografar. Cada um pegou o que mais se identificava.

 


Houve um momento em que cada um escolheu uma foto de um dos colegas que inspirasse de alguma forma a escreve algo com relação à foto.
O Maikow e a Cris escolheram minhas fotos. O Maikow ficou me devendo o versinho. 

A Cris já me passou. Vejam que lindo:


Essas são outras fotos que levei pros meus coleguinhas verem :)

 Muito obrigada mesmo, pessoal. Vocês fazem parte de momentos importantes pra mim.

*mimi, chorei fazendo esse post.


Até o próximo post! Um grande abraço.

p.s.: desculpem a quantidade de fotos nesse pots, mas... "não dá prá segurar, desculpe meu amigo mas não dá prá segurar...".

You Might Also Like

2 comentários

  1. Nossa, que lindo!

    Me inspirou a fazer o curso que há tanto tempo empurro com a barriga...

    Um beijo pra você.

    ResponderExcluir
  2. Nossa...que lindo isso!
    Às vezes a gente passa por momentos muito incríveis e dá uma dor no coração de o tempo ser mais forte que a gente e fazer questão de passar, né?
    Normalmente sinto isso em momentos em que me as emoções são bem fortes! E daí me sinto bem viva, sabe? É tão incrível! ^^

    Até o próximo post! :)

    P.S.: Fico esperando o e-mail com as fotos do marcador entããão!! :D

    Beijoos!

    ResponderExcluir

.

.

Instagram

Seguidores

Like us on Facebook

Flickr Images